sábado, 10 de janeiro de 2015

Projetos de leituras para 2015 e vida afora


Em 2015 eu desejo organizar melhor minhas leituras. Eu sei que esse desejo pode soar como uma utopia meio besta já que minha vontade para ler um livro depende de uma série de fatores muitas vezes nascidos à revelia de projetos firmados no início do ano. No entanto, percebo que os projetos de leitura me ajudam a ultrapassar alguns limites impostos por uma certa comodidade que me assola na hora de escolher um livro para ler. 

Quando escolhemos o que vamos ler, por vezes, não nos damos conta de algumas ciladas que passam despercebidas. No meu caso, desejo prestar mais atenção na questão do gênero, da etnia, da religião e do estilo, entendendo que estes pontos podem escamotear fronteiras e situações hegemônicas. A motivação por trás dessa organização está no desejo de conhecer autores/as novos, de entender que literatura se faz no mundo todo e não somente no continente europeu, de ler livros clássicos e contemporâneos, de não me deixar levar pela onda midiática em torno do livro da moda, de me aventurar por estilos pouco explorados... Enfim, de sair da minha zona de conforto e conhecer outras formas de ver.

Quero também movimentar minha estante, pois minha biblioteca é imensa e tenho notado que alguns livros tem ficado esquecidos nos cantos escuros das pilhas que se avolumam e que, por um motivo ou outro, vou deixando pra depois e esse depois nunca chega. A ideia então é começar pelos livros que já tenho aqui e não sair como um desvairado à procura de livros novos. 

Alguns desses projetos eu já comecei e outros ainda estão em construção. Alguns eu pretendo fazer em 2015 e outros eu desejo levar para a vida afora. Sem obrigatoriedades ou qualquer outra entrave que me distancie do prazer de ler. De todo modo, já fica o convite para quem desejar participar e/ou customizar algum dos desafios listados a seguir. Vem comigo?

01. Os Componentes da Banda [para ler mais literatura nacional] - Toda a explicação desse desafio literário e os livros que fazem parte dele você pode acessar aqui.

02. Os Dias Lindos [para ler mais contos, crônicas e poesia] - No balanço anual de leituras percebi que leio poucos contos e poesia. Em 2015, quero mudar isso e a ideia é fazer um projeto de leitura diária com esses estilos. Ler um conto, uma crônica ou poesia por dia numa espécie de ofício literário. Os livros vão se alternar conforme a vontade de cada dia. O título do projeto eu peguei do livro do Drummond.

03. Atlas das Nuvens [para ler mais obras provenientes de outras regiões cuja literatura eu desconheço] - Em 2015, meu olhar estará atento para a escolha de livros que tenham sido escritos em outros países diferentes daqueles ditados por meu olhar eurocêntrico. A proposta e a vontade é ler pelo menos um livro por mês que tenha sido escrito em algum lugar diferente daqueles que eu já esteja acostumado. Este projeto depende ainda da minha disposição em separar na estante, alguns títulos que caibam nesse desafio. Tão logo eu consiga fazer isso, faço um update nesta postagem. Como de costume, o título do projeto tem como fonte o livro do David Mitchell que é o xodó da vez.

04. Não me abandone jamais [para ler mais clássicos] - Esse projeto eu já comecei em junho do ano passado quando me propus, junto com amigos do clube de leitura a destrinchar Ulysses do James Joyce. A leitura continua, vagarosa e sempre e com algumas percepções anotadas aqui. Um aspecto que pretendo valorizar nesse desafio é exatamente essa questão do tempo. Não apressar a leitura e me debruçar sobre as intensidades que elas vão deixando em mim para saboreá-las e entremeá-las com a vida. Quero buscar também referências acerca da obra e, sempre que possível, cruzar informações variadas para mergulhar um pouco mais nos sentidos diversos que elas suscitam. Apesar de ter muitos clássicos (leia-se calhamaços) na estante, eu tendo a protelar a leitura dos mesmos em função da literatura contemporânea que vai atropelando essas obras escritas no passado. Vamos ver se consigo equilibrar isso. Dentro desse projeto, pretendo também atravessar os sete volumes de "Em Busca do Tempo Perdido" do Proust começando agora em janeiro. O título desse projeto é o mesmo do ótimo livro do Kazuo Ishiguro.

05. Esconderijos do tempo [para reler os livros guardados na minha memória afetiva] - A ideia aqui é revisitar os livros que contribuíram para minha formação como leitor desde a descoberta das letras até aquelas leituras que atravessaram a adolescência e juventude. Uma primeira compilação já foi feita aqui e o título do projeto eu peguei do Mário Quintana.

Uma nota: Os desafios um, dois e três serão conduzidos, numa primeira rodada, por um critério de escolha que privilegiará os livros escritos por mulheres.  

Um desejo: Que mais gente se anime a prestar atenção nas escolhas que faz quando o desejo de ler atravessar todos os afazeres do dia-a-dia. Boas leituras a todos/as e um 2015 repleto de muitas descobertas!

Foto: Wolney Fernandes

Um comentário:

Camila disse...

Gostei! Me deu algumas ideias para criar meu próprio desafio literário...

Um abraço,
Camila

Ps.: adorando o blog, parabéns!